Por que a atividade física é tão importante para perder peso?

A atividade física é um elemento indispensável para emagrecer. Além de permitir maior perda de peso em menos tempo, também ajuda a não recuperar os quilos perdidos e promove mudanças na composição corporal.

atividade fisica

Sinergia entre atividades físicas e alimentação saudável

Se a pessoa seguir uma dieta hipocalórica (consumo de menos calorias do que o necessário para redução do peso) e não praticar atividades físicas, o emagrecimento será muito lento e a aparência corporal provavelmente ficará flácida.

Por outro lado, se o indivíduo treinar sem se alimentar de maneira saudável, o peso corporal sofrerá pouca variação. Além disso, não haverá redução na quantidade de gorduras, nem o desenvolvimento muscular que poderia ocorrer com o auxílio de uma dieta adequada. Por isso, ambas as atividades devem ser realizadas ao mesmo tempo para que haja um efeito sinérgico, ou seja, a boa alimentação maximizará os resultados da atividade física e vice-versa.

Atividades físicas para aumentar a queima calórica

A atividade física é o componente mais variável e influenciável da queima de calorias, pois o metabolismo basal e a termogênese da dieta geralmente são mais difíceis de serem modificados. O aumento da frequência, da duração e da intensidade e a variação dos tipos de exercícios físicos, entre anaeróbicos e aeróbicos, possibilita a maior queima de calorias e permite a aceleração do emagrecimento.

Assim, não será preciso seguir uma dieta tão restrita do ponto de vista calórico. É importante esclarecer que as dietas de valor calórico muito baixo são mais propensas ao temido efeito sanfona.

Atividades físicas para modificar a composição corporal

A atividade física é a única forma de desenvolver massa muscular e tonificar o corpo. Os exercícios anaeróbicos (por exemplo, levantamento de pesos) favorecem o ganho de massa muscular em virtude da carga que as fibras musculares devem suportar. Estas são destruídas durante o treinamento e reconstruídas ao longo do período de descanso e recuperação. Isto promove o aumento do tamanho dos músculos (hipertrofia).

Além de permitir que as pessoas que se exercitam tenham corpos mais definidos e firmes, a massa muscular também é considerada um tecido metabolicamente ativo, isto é, que consome energia. Quanto mais músculos o indivíduo possui, maior é a queima de calorias e mais fácil será manter o peso alcançado após o fim do processo de emagrecimento.

Atividades físicas para queimar a gordura abdominal

As atividades físicas aeróbicas (por exemplo, caminhar, trotar, correr na esteira, dançar) são ideais para reduzir significativamente a gordura abdominal e a circunferência da cintura. A adiposidade central é muito perigosa para a saúde, e está relacionada a doenças cardiovasculares e ao desenvolvimento de complicações associadas, como diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia e arteriosclerose.

O treino aeróbico queima muito mais calorias do que o anaeróbico, pois permite que as gorduras armazenadas sejam utilizadas como fonte de energia.

Atividades físicas para controlar a ansiedade e tratar a depressão

Não é novidade que muitas pessoas sentem “fome emocional”, ou seja, não estão realmente com fome, mas descarregam suas emoções disfuncionais (ansiedade, angústia, tristeza, preocupação) por meio do consumo de alimentos pouco saudáveis, geralmente ricos em açúcares e gorduras.

As atividades físicas aeróbicas ajudam a controlar os estados depressivos e a ansiedade, já que ocupam a mente e tiram a atenção do mal-estar emocional que tanto incomoda. Além disso, durante a prática de exercícios, há a liberação de endorfinas, substâncias que produzem prazer e diminuem a dor.

É fundamental que a dieta saudável seja acompanhada pela prática de uma atividade física bastante agradável. O ideal é combinar os exercícios aeróbicos com os anaeróbicos para favorecer o emagrecimento e a queima de gordura corporal e promover o aumento da massa muscular ao mesmo tempo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO