Musculação para Jovens

A adolescência é um período da vida com várias mudanças e confrontos internos que transformam os jovens em buscadores de respostas para problemas emocionais e físicos. É a época do autoconhecimento, da descoberta e dos questionamentos. Um emaranhado emocional que confunde as mentes dos aspirantes aos anos adultos.

Na atual conjuntura o fato de ser jovem demanda uma pressão para a aparência física nas conquistas e na prática de atividades esportivas. Muitos recorrem a rotinas de musculação para jovens em academias e correm riscos se não obedecerem alguns padrões de segurança.

Musculação

A musculação para jovens pode ser uma atividade segura

A maioria dos hebiatras, que são médicos especializados que cuidam dos adolescentes concorda que os jovens devem praticar esportes e atividades físicas para o desenvolvimento dos músculos em sua estrutura. Além de cuidar do fluxo sanguíneo que auxilia no desenvolvimento das funções cerebrais.

A época ideal, segundo os especialistas, para a prática de atividades de desenvolvimento muscular é de 12 a 14 anos para as meninas e de 14 a 16 para os meninos. A faixa de idade para os meninos, por exemplo, corresponde à produção de testosterona suficiente para ganhar massa muscular.

Benefícios da musculação para jovens

Além da queima de energia produzida pelos anos da adolescência na formação da estrutura física, o jovem pode se beneficiar com o ganho de massa muscular. Por exemplo, problemas como obesidade, pressão arterial, insegurança emocional, estrutura óssea e articulação são evitados com a prática saudável da musculação para jovens.

Os índices de amadurecimento cerebral, nas funções cognitivas e sinápticas são também o resultado de práticas de atividades físicas nos anos da adolescência. A socialização e autoestima também são benefícios marcantes quando um jovem se dedica ao desenvolvimento dos músculos.

O foco é outro fator importantíssimo nos jovens. Com atividades físicas esta função é ajustada aos padrões saudáveis e restauram células cerebrais após o fluxo das mudanças hormonais.

Riscos da musculação para jovens

Sem supervisão ou orientação, os anos da adolescência deixam as transformações vulneráveis a experimentos perigosos. É muito comum alguns jovens tentarem o uso de drogas sintéticas ou anabolizantes para a obtenção de massa muscular. Eles acreditam que este atalho pode substituir as rotinas físicas.

O fator de risco é muito grande quando consideramos que a estrutura corporal ainda não está plenamente desenvolvida, podendo causar lesões na coluna ou problemas crônicos permanentes. É ideal a supervisão e a implementação de um programa que incorpore até dietas alimentares.

É imprescindível que os jovens que estejam dispostos a desenvolver atividades musculares recebam a orientação nas escolas, em casa e nas academias. Os programas de apoio aos jovens e adolescentes deveriam enumerar os benefícios e os riscos da supressão do hormônio de crescimento que acontece quando há uma prática desregrada de atividades físicas de ganho de massa muscular.

Orientações de atividades de musculação para jovens

Os corpos em formação dos jovens podem absorver impactos mínimos de levantamento de peso. O ideal é que não ultrapasse uma hora de prática e que não exceda 5 quilos, numa frequência de somente três sessões semanais. Recomenda-se a incorporação de uma dieta de alimentos oxigenadores que beneficia as funções cerebrais e o fluxo sanguíneo.

As longas caminhadas ao ar livre representam o complemento ideal para um programa de musculação para jovens, metabolizando todas as atividades físicas e mentais. Isso proporciona autoconhecimento, autoestima e equilíbrio emocional que são tão necessários para navegar por esses anos de descobertas e inseguranças.

DEIXE SEU COMENTÁRIO